Plantel Matrizes

RONDA ROUSEY NEW KRAFTFELD

  • Data de Nascimento: 12/07/2015
  • Cor: CINZA
Fenótipo: 

Normalmente as ninhadas do Hunter com a Shiwa geram americans de muita estrutura. Tanto a Shiwa quanto o Hunter são americans fortes do ponto de vista muscular e ósseo. São enérgicos, sérios de temperamento, reservados mas leais. Não são de demonstrar afetividade de forma exuberante. Personalidades discretas. Eu prefiro esse comportamento do que dos excessivamente manifestos que pulam em nós e precisam sujar nossa roupa e nos babar para dizerem que gostam de nós. Mas eu entendo a todos e existe um temperamento que se torna afim às múltiplas personalidades do ser humano. O american também é assim. Notamos diferenças nos comportamentos. Certos pontos básicos são fundamentais na psique do american. Essas eu julgo importantes de serem preservadas. A confiabilidade é a mais importante. Temos que confiar no nosso american. Não pode ser uma máquina sem controle. Isso vale para nós mesmos. Temos que ter controle sobre nosso comportamento. Não podemos ser vítimas dos instintos e dos hábitos indesejáveis. 

Complemento (em 27/12/2016): quem sabe pela minha relação com a Ronda durante o período que ela cuidou de seus filhotes pela primeira vez houve uma transformação interessante em seu comportamento. Para melhor. Ela me olha com outro olhar. Não sei explicar, mas sinto. parece que existe uma cumplicidade entre nós. Ela me sente mais como seu amigo e está demonstrando uma afetividade maior mas do jeito que eu gosto. Sem saltar em cima da gente mas se aproximando com ternura e confiança e um olhar que parece humano.

Temperamento: 

A RONDA é amiga, afetiva sem ser extrema. Abana o rabo com alegria mas não pula em cima de mim e possui muita energia que é canalizada de forma equilibrada. Não late. Trabalha no silêncio. Mas acredito que se um estranho entrasse ela defenderia o território. Uma criança pode acariciar a sua cabeça. Não possui maldade. Seu olhar é sereno e direto. Não demonstra raiva nem medo. Serenidade talvez fosse a palavra certa. Percebo muita força de carater, coragem e força interior que é exteriorizado no convívio e reações.

Genética: 

É ótimo quando criamos há muitos anos pois tivemos a oportunidade de conhecermos o comportamento das gerações passadas. Isso não acontece quando trocamos nosso plantel a todo o momento visando apenas vencer exposições. Na árvore do Hunter e da Shiwa pude ver com detalhes o estilo de ser de todos oas americans que aparecem. Do Hunter vemos americans fantásticos. Rambo, Hendrix e Tarzan; Staffy, Sharon e Kay são verdadeiros mitos para mim pois traduzem meu trabalho dos 15 anos iniciais combinando americans compactos e de personalidade com o casal que importara dos USA, Aliaj Red Byron e Thatcher. Esses cruzamentos formam o auge do meu trabalho nessa estapa. Me orgulho de dizer isso. Vi o que aconteceu. Do lado da Shiwa tres cães me chamam a atenção: o Beatle, o Flader e a Sky Chabar. Nos dois primeiros muita massa e temperamento impactante em coragem e habilidades para guarda. Na Sky uma predisposição para exposições. movimentação e alegria, tanto é que desse sangue existiu o Chef Chabar New Kraftfeld que foi best in show.


Árvore genealógica